Utilidade dos criptoativos

6 minutos de leitura

Alguns participantes do mercado financeiro, banqueiros, grandes investidores e consultores de investimentos têm insistido que criptoativos, também chamados de moedas digitais ou criptomoedas:

Sabemos que já foram desenvolvidos um sem-número de golpes que envolvem Bitcoins e outras moedas, que quase toda semana surge uma nova pirâmide prometendo 512% de retorno em seis meses, que algumas empresas já alegaram que foram invadidas por hackers para justificar o sumiço dos recursos dos investidores, que a maior parte dos ICOs (Initial Coin Offerings) se revelou golpe. Isso não significa que todos os projetos são fraudulentos ou que não haja utilidade na tecnologia de blockchain e valor em um projeto como Bitcoin ou Decred.

É importante levar em consideração a posição dessas pessoas no mercado financeiro, se poderiam estar vendidas (short) em algum criptoativo, se podem ter perdido o momento de entrar na baixa e desejam agora forçar uma queda, se seus negócios ou empregos estão ameaçados pelo crescimento desse mercado, se são a favor de um Estado controlador e se elas têm algum conhecimento da tecnologia sobre a qual estão falando.

No entanto, há personalidades e autoridades da área de finanças que entendem a utilidade dos criptoativos e que acham que eles não vão embora.

Mesmo sem ir fundo em questões macroeconômicas, teorias de preço, valor e troca, ou sobre o que é o dinheiro, podemos ver em uma análise rápida que criptoativos possuem muitas vantagens e algumas desvantagens. Confira na relação a seguir.

Vantagens

Autenticidade

Criptoativos como Bitcoin ou Decred podem ter sua autenticidade verificada através de um explorador de blocos hospedado na Internet ou da cópia local da blockchain. Não é possível falsificar um Bitcoin ou Decred porque a criação de uma moeda, por mais que seja algo intangível, requer um enorme esforço computacional para resolver um desafio criptográfico. Esse cálculo é realizado dentro de um período de 10 minutos em média para o Bitcoin e 5 minutos para o Decred. Ainda que novos computadores sejam adicionados a rede para agilizar a resolução do problema, a rede ajusta periodicamente a dificuldade do desafio, fazendo com que o tempo de resolução volte para o período inicial.

Disponibilidade

Criptoativos estão disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, incluindo feriados. A rede do Bitcoin tem funcionamento superior a 99,99% do tempo desde 03.01.2009 quando foi ligada. Para manter um uptime expressivo como esse é necessário que o código seja robusto, pois a troca de pneus será feita com o veículo em movimento. Qual banco consegue chegar perto de um número desses?

Divisibilidade

Muitos criptoativos, como Bitcoin e Decred, são divisíveis em até 8 casas decimais. No Bitcoin a unidade 0,00000001 BTC se chama 1 Satoshi. No Decred se chama Atom. É possível através de fork de código ampliar o número de casas decimais, se for necessário.

Transações não dependem de um terceiro no qual se deve confiar

Duas pessoas que queiram enviar e receber recursos não dependem de terceiros, como bancos e governos, que autorizem a transação e que sejam previa ou posteriormente custodiantes dos recursos.

Remessas internacionais mais rápidas e baratas

O envio de recursos para o outro lado do mundo pode ser tarefa de 10 minutos se um criptoativo for utilizado. Remessas internacionais geralmente envolvem dois ou três bancos, leilões de moedas estrangeiras, preenchimento de formulários, autorizações e espera de dias até recebimento, além de ser necessário dar informações privilegiadas a muitas pessoas envolvidas no processo. Um festival de papéis carimbados para enviar 10 euros. Fora o custo do SWIFT e a ausência de informações sobre preços em ambas as pontas da operação, gerando assimetria de informações e deixando o cliente na mão dos bancos, pagando spreads elevados nos piores momentos.

Compras online podem ser feitas sem conversão

Compras através de e-commerce que aceitam criptoativos não dependem de gateways de processamento, e quando dependem, geralmente são empresas do ramo, que convertem criptoativos quase que instantaneamente e com taxas moderadas.

Manutenção do poder de compra

Para criptoativos com oferta máxima definida, como Bitcoin e Decred, que terão no máximo ~21M de unidades emitidas, a inflação ocorre apenas enquanto novas moedas estão sendo geradas via mineração de bloco (coinbase). Governos não podem simplesmente fazer novas emissões para desvalorizar a moeda frente a outras no mercado, como pode ser feito com moedas fiduciárias como Euro, Dólar e Real.

Evita o confisco do Estado

Para cidadãos de governos autoritários ou onde há pouca liberdade, a reserva de valor em criptoativos ajuda o poupador a evitar o confisco arbitrário de seus recursos, mesmo que esse confisco venha coberto pelo manto sagrado do controle da inflação.

Aumento de privacidade

Jornalistas, ONGs que lutam pela liberdade de pessoas em zonas de guerra, cidadãos de governos autoritários, e eleitores perseguidos por ditaduras podem usar criptoativos para reserva de valor, meio de troca e financiamento de suas atividades censuradas pelo Estado. A censura pode ocorrer de forma ditatorial, sem respeito às leis do país, ou podem ser implantadas tecnologias para monitorar e tutelar seus cidadãos, com regras de firewall e inspeção de pacotes que censuram o comportamento indesejado.

É o seu próprio banco

Com um telefone móvel e acesso à Internet qualquer pessoa pode transferir recursos entre contas, sem depender da infraestrutura bancária que é precária em muitos lugares do mundo, onde milhões de pessoas sequer possuem conta em banco porque não são aceitas pelas instituições por não darem lucro suficiente para justificar a abertura de conta.

Com criptoativos qualquer pessoa pode armazenar seus próprios recursos, sem depender de terceiros. Qualquer pessoa pode ser o seu próprio banco.

Desvantagens

Não há estorno

Qualquer erro de pagamento deve ser diretamente resolvido com a outra parte. Não há uma autoridade central, como um Banco Central, ao qual se possa reclamar para que a transação seja desfeita. Por isso é necessário verificar com muito cuidado o valor da transferência e o endereço de destino. Se a transferência for feita para um endereço desconhecido ou inexistente será impossível obter os recursos de volta.

Erros e código malicioso podem levar o usuário a inserir o endereço errado

Códigos maliciosos podem alterar um endereço de recebimento que o usuário cola na sua carteira ou na interface web de uma exchange antes que o pagamento seja concluído. Por isso, deve-se sempre verificar se o endereço que foi colado é igual ao endereço de origem.

Consumo de energia em moedas mineráveis

Moedas mineráveis descentralizadas dependem do poder de mineração para gerar novas moedas e garantir a segurança da blockchain. A mineração é uma competição com o objetivo de validar um bloco e encontrar um número dentro de uma faixa de valores, onde os mineradores validam as transações processadas. Essa competição depende de poder de processamento dos computadores, que por sua vez consomem muita energia para fazer bilhões de cálculos por segundo de forma repetitiva. A mineração de vários criptoativos aumentou muito o consumo de energia em todo o mundo, mas é também uma ótima oportunidade para novos investimentos em energias renováveis, já que o uso das blockchains ainda está no início. O setor elétrico, que costuma pagar muitos dividendos aos seus acionistas por não fazer grande retenção para investimentos em novos projetos, tem agora uma boa oportunidade de executar projetos que antes não seriam viáveis.

A seed (ou chave privada) precisa ser armazenada com segurança

Como não há autoridade central, verificação de documentos e possibilidade de estorno, de posse da seed (ou chave privada) qualquer pessoa pode acessar e transferir os recursos armazenados em uma carteira digital. Assim, é importante que os dispositivos onde a seed será digitada ou armazenada sejam seguros e que uma cópia da seed seja armazenada em outro dispositivo ou outro ambiente físico.

Saiba mais sobre segurança para carteiras digitais.

A herança precisa ser planejada

É mais fácil transferir a titularidade de contas em exchanges, registradas através documentos emitidos pelo governo, do que de carteiras que armazenam recursos digitais. É preciso planejar com antecedência e avaliar a segurança da solução:

  • seed armazenada em cofre de banco
  • chave multiassinatura 1-de-2 ou 2-de-3
  • instruções para acesso a um USB drive criptografado em testamento