Excluindo a carteira

2 minutos de leitura

A exclusão de uma carteira pode ser feita de forma manual ou através do Decrediton. O dcrwallet não possui nenhuma opção para exclusão ou substituição da carteira.

Figura 1 - O botão de exclusão no Decrediton
Figura 1 - O botão de exclusão no Decrediton

O Decrediton pode excluir carteiras da Testnet e da Mainnet, como mostrado anteriormente. Para excluir uma carteira da Testnet, basta clicar na lata de lixo mostrada acima, ou apenas excluir a pasta que contém o arquivo wallet.db, como se exclui qualquer outro arquivo no sistema operacional.

Para uma carteira da Mainnet, recomenda-se por questões de segurança, fazer uma exclusão segura (wipe), que sobrescreve algumas vezes a área do disco onde a carteira estava armazenada, para evitar que alguma informação possa ser recuperada. Para fazer a exclusão segura de forma mais fácil, não faça a exclusão através do Decrediton, senão será necessário fazer wipe de toda a área disponível no seu disco rígido.

1. Motivação

Alguns motivos que levam o usuário a excluir uma carteira:

  • O usuário quer criar outra carteira para separar fundos;
  • O usuário perdeu a seed (de uma carteira sem recursos);
  • O usuário quer remover a carteira do dispositivo;
  • O usuário sabe a seed, mas esqueceu a senha da chave privada;
  • O usuário sabe a seed e a senha da chave privada, mas gostaria de criar, excluir ou trocar a senha de informações públicas

2. Execução

Para fazer a exclusão segura (wipe) não é necessário excluir a carteira através do Decrediton. Apenas feche o Decrediton e use a ferramenta de wipe.

Os passos a seguir foram testados em um macOS 10.13 e em um Debian Linux 9 64-bit.

Nas próximas seções há a indicação do diretório padrão para a carteira para cada sistema operacional. Este é o diretório onde fica o arquivo da carteira, exceto se a configuração foi alterada no arquivo ou por flag de linha de comando. Para remover a carteira é necessário entrar no diretório da rede a qual pertence a carteira e excluir o arquivo wallet.db:

wallets/mainnet/$WALLET_NAME/mainnet/wallet.db
wallets/testnet/$WALLET_NAME/testnet2/wallet.db

Depois de executar a ferramenta de wipe como mostrado nos próximos passos, exclua o diretório com o nome da carteira: wallets/mainnet/$WALLET_NAME

2.1. No Linux, diretório padrão

Decrediton: ~/.config/decrediton/
dcrwallet: ~/.dcrwallet/

Shred é a ferramenta nativa para exclusão segura. Por padrão, sobrescreverá 3 vezes o arquivo a ser excluído. Esse parâmetro pode ser alterado através da flag -n.

$ shred --random-source=/dev/urandom --remove wallet.db

O comando não retorna nenhuma informação. Para outras opções, veja o manual através do comando man shred.

2.2. No macOS, diretório padrão

Decrediton: ~/Library/Application Support/Decrediton/
dcrwallet: ~/Library/Application Support/Dcrwallet/

No macOS 10.13 não há mais o o comando srm. O comando rm tem uma flag, -P, para exclusão segura no macOS 10.13, que não existe no ‘rm’ do Debian Linux. Essa flag faz com que o ‘rm’ sobrescreva cada byte do arquivo com os bytes 0xff, 0x00 e 0xff antes da exclusão.

$ rm -P wallet.db

O comando não retorna nenhuma informação. Para outras opções, veja o manual através do comando man rm.

2.3. No Windows, diretório padrão

Decrediton: C:\Users\$USERNAME\AppData\Local\Decrediton\
dcrwallet: C:\Users\$USERNAME\AppData\Local\Dcrwallet\

O Windows não possui nenhuma ferramenta nativa, mas a Microsoft disponibiliza ao usuário a ferramenta SDelete v2.01, criada pela Sysinternals, empresa comprada pela Microsoft há alguns anos.

Na sua configuração padrão, o SDelete sobrescreverá a informação apenas uma vez. Para configurar o número de vezes, use a flag -p.

> sdelete wallet.db